Akane Moriyama

AZOREAN SPECTRUM RANGE, Walk & Talk 2017 

Materiais: Nylon, cabos de aço, perfis de aço
Dimensões: variáveis
#azoreanspectrumrange

AZOREAN SPECTRUM RANGE procura prolongar a interpretação do território através da descentralização da ação artística. Reimaginando a praça central do museu do Arquipélago e reinterpretando a transformação do pátio em espaço urbano privado, este vazio figurativo serve tanto de marcação da entrada do museu, como de articulação entre as diversas funções do Arquipélago: museu, blackbox, e atelier para residências artísticas. AZOREAN SPECTRUM RANGE utiliza têxteis para manipular o contexto do espaço através de sombra, cor e texturas, conferindo um carácter intimo à praça e convidando o publico a observar e refletir sobre as dimensões e características deste espaço publico. A extensa estrutura transforma-se progressivamente de uma cor para outra ao longo dos seus 70 metros de comprimento, variando de aparência em vários pontos do espaço e criando um novo sentido ou perceção da escala da praça.